Relações de trabalho

Toda a relação de trabalho firmada com a Trevo é integralmente baseada na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Os contratos são realizados em conformidade com a legislação trabalhista vigente.

Segue abaixo o cenário de 2016 :

Empregos Diretos: 411

Empregos Indiretos: 1233

Oportunidades na carreira

A Trevo valoriza seus colaboradores, possibilitando o seu desenvolvimento profissional. Através da Avaliação de Competências, identifica talentos internos e proporciona oportunidade à ascensão de suas carreiras.

Jovem Aprendiz

O Programa Jovem Aprendiz é uma porta de entrada no mercado de trabalho para aqueles que têm pouca ou nenhuma experiência profissional. Este Programa é direcionado para jovens de 14 a 23 anos que estejam cursando a partir da 6ª série do Ensino Fundamental. A Trevo tem orgulho de ser o primeiro degrau de um possível futuro promissor.
No ano de 2016, a Trevo capacitou e desenvolveu 19 jovens.

Capacitação e desenvolvimento

O conhecimento é o maior patrimônio que uma pessoa pode adquirir. Sendo assim, a Trevo investe na capacitação dos colaboradores, desenvolve suas competências técnicas, comportamentais e habilita-os a desempenharem um trabalho de excelência.

Atração e seleção de talentos

A força da Trevo encontra-se no capital humano. São quase 500 pessoas que emprestam diariamente seus talentos para melhor atender os clientes. Para tanto, é realizado um processo de seleção e acompanhamento rigoroso, buscando encontrar e manter os melhores profissionais que virão agregar valor e crescer com a empresa.

Sistema de gestão

A Trevo trabalha com um sistema de gestão profissional, onde é realizado o planejamento estratégico, orçamento empresarial, planos táticos e follow ups semanais.

Os indicadores são analisados minuciosamente, montando-se as ações para correções ou ajustes de processos.

Pessoas com deficiência (PCD)

O emprego das pessoas com deficiência, no Brasil, está amparado pela Lei 8.213/91, também conhecida como lei de cotas. Essa lei obriga às empresas com 100 ou mais empregados a reservarem vagas para pessoas com deficiência, em proporções que variam de acordo com o número de empregados: de 100 a 200, a reserva legal é de 2%; de 201 a 500, de 3%; de 501 a 1.000, de 4%, e acima de 1.001, de 5%.

A Trevo aproveita o potencial de cada Pessoa Com Deficiência, contribuindo com seu desenvolvimento pessoal/profissional e oferece um ambiente igualitário.

TOP